Humor é fundamental

Outro dia participei de um debate com Matthew "Mateus" Shirts, editor da revista National Geographic no Brasil, no qual ficamos todos nos queixando da falta de atenção devida sobre a mudança climática global - "a pauta mais importante do mundo", como defendi.

Mateus acha que nós jornalistas estamos falhando na apresentação do assunto e, em meio às suas habituais pilhéiras, disse desconfiar que está faltando humor na cobertura. Ele está coberto de razão, como você pode verificar na nota abaixo deste blog.

Na falta de produção própria, sou obrigado a recorrer ao humor alheio. Embora sem relação direta com aquecimento global, rolei de rir com a peça que o comediante canadense Marc Antoine Audette pregou em Sarah Paley, a "Caribou Barbie" que concorre depois de amanhã a vice-presidente do país mais rico e poderoso do mundo (e pátria de Mateus, que em boa hora se mudou para o Brasil).

Audette ligou para Palin e fingiu ser Nicolas Sarkozy, primeiro-ministro (na realidade, presidente, corrige um leitor atento) da França. Disse que adoraria caçar de helicóptero com ela. Palin caiu, bem, como uma pata alvejada por uma cartucheira de calibre 12.

Ouça aqui os três minutos de gravação, se entender inglês (o sotaque de Audette é uma piada à parte).