Complexidade causa mudança de paradigma na epigenética

 

Complexidade, segundo N. Dewar (Reprodução/Nature)

O sempre alerta Cássio Leite Vieira (deve ser alguma coisa nos genes de portadores do sobrenome "Leite") chama a atenção para um saboroso material publicado na edição de ontem da Nature. Em foco, termos de larga utilização no meio científico, mas que poucas pessoas saberiam definir corretamente:

Mudança de paradigma
Epigenética
Complexidade
Raça
Ponto de não retorno ("tipping point")
Células-tronco
Significativo (em estatística)
Consciência

Cada um desses termos é tratado em reportagens-verbete de vários autores, compondo um glossário rápido de termos em voga. O periódico traz ainda um ensaio de Jeffrey Parsons e Yair Wand sobre os mal-entendidos que podem surgir entre cientistas como resultado de definições e classificações equívocas. Exemplo: a definição de "planeta" e em que categoria encaixar o distante Plutão. E há também as divertidas ilustrações de N. Dewar.

Cássio sugere incluir na lista, com mal-disfarçada animosidade contra a minha tribo das humanidades: saberes, alteridade, reinventar, sujeitos humanos. Eu, em contrapartida, sugiro: princípio da incerteza, salto quântico, código genético, genes para [x], correlação, quebra de simetria, genômica, transcriptômica, proteômica...

E a sua lista, qual é?