Taiga vs. florestas tropicais

Recebi de Niro Higuchi, um antigo interlocutor e mestre, as ponderações abaixo sobre a comparação entre florestas tropicais e boreais (taiga) que abordei em coluna recente e que suscitou alguma divergência nos comentários. Pelo que diz Higuchi, eu estive errado tanto na questão da área da taiga quanto na de carbono estocado (a taiga só tem mais que florestas tropicais se for computado o que está no solo). Agradeço a ele pelo esclarecimento.


A tabela 1 mostra os reservatórios de carbono de cada bioma (segundo IPCC). O maior reservatório de C na vegetação está nas florestas tropicais, igual a 212 bilhões de t C.  Somando boreal e tundra, temos na vegetação 94 bilhões de t C. Nos solos (excluindo raízes), a floresta boreal + tundra têm muito mais do que a floresta tropical. Em termos de área, boreal + tundra tem uma área maior do que a tropical. A estimativa de troca entre biosfera e atmosfera é de 60 bilhões por ano; destes, 32 bilhões são atribuídos para as florestas tropicais.  Esta estimativa é, praticamente, em cima da vegetação e não dos solos.  Por estas razões, a ênfase tem sempre o viés para as florestas tropicais. 

A tabela 1 foi retirada daqui.