Antropólogos enlouqueceram, sugere filme

Índio ianomâmi entrevistado no filme de José Padilha
(Foto: Divulgação)

Leia abaixo trechos da crítica ao documentário "Sgredos da Tribo", de José Padilha, apresentado no festival É Tudo Verdade (a íntegra, só para assinantes da Folha e do UOL, você lê aqui).


As denúncias contidas no documentário de José Padilha -atrocidades que teriam sido cometidas por antropólogos contra os índios ianomâmis- não são novas, mas nem por isso menos relevantes. Foram noticiadas há quase dez anos, quando reacenderam a guerra ancestral entre os clãs da área, antropologia física contra antropologia cultural.

O detonador foi um livro do jornalista Patrick Tierney, "Trevas no Eldorado". Tierney aparece várias vezes no documentário, que segue o livro de perto. O mérito maior do filme está no testemunho direto de alguns dos denunciados, como os americanos Napoleon Chagnon (acusado de genocídio) e Kenneth Good (pedofilia).

Nas décadas de 1960 e 1970, nenhum antropólogo que tenha feito fama à custa dos ianomâmis parece ter agido com decência (para não mencionar ética de pesquisa). Cargas de machados e facões de aço lhes davam, nas aldeias, um poder descomunal que exerciam ao arbítrio de inclinações teóricas, ideológicas e sexuais. (...)

Jacques Lizot, francês repetidamente apresentado como protegido do grande antropólogo cultural Claude Lévi-Strauss (morto em outubro do ano passado), preferia meninos. Sua reputação é a que sai mais prejudicada do filme, pois se recusou a gravar testemunho. As cenas de ianomâmis ressentidos descrevendo o que fazia se destacam pela perversidade das práticas e dos testemunhos. (...)

Ao final do documentário, pouca coisa se salva da antropologia, de um lado e de outro. Faltou dizer que nem toda a disciplina se encontra nesse nível. Algumas imagens, aliás, sugerem o oposto. A câmera que percorre os corredores das reuniões de especialistas e exibe seus tantos livros carrega uma mensagem anti-intelectual: antropólogos estão dispostos a tudo por fama e poder.

Serão os únicos?


SEGREDOS DA TRIBO

Direção: José Padilha
Quando: hoje, às 17h, no Espaço Unibanco Augusta
Classificação: 14 anos
Avaliação: regular